Pela 1ª vez, conteúdo de galeria de arte de Angola pode ser acessada via aplicativo

O serviço é inédito em Angola e visa promover a arte contemporânea, além de expandi-la para todo o país, e inclusive para outros lugares, como Portugal e Brasil. A novidade foi divulgada em primeira mão no site Platina Line, que adiantou também que o público poderá acessar o conteúdo digital da galeria, realizar a encomenda e definir a data de entrega.

Segundo a diretora geral da Talatona Art, Lúcia Drügg, “é extremamente importante criar mecanismos de acesso à cultura, neste caso para a manifestação artística que é a pintura”. E ela completa: “nós apostamos e incentivamos a vertente digital, pois sabemos da sua relevância. Há pouco tempo, lançamos a 1ª exposição virtual do país, com um tour de 360º por toda a galeria e suas obras. Agora, acreditamos que a parceria com o Tupuca, para além da sua finalidade, tem a mensagem clara da valorização da arte”.

Na opinião do diretor geral da Tupuca, responsável pelo aplicativo, Erickson Mvezi, “é uma honra participar de um projeto destes, pois estamos a reinventar a arte e a cultura em tempos de distanciamento social, ou seja, tornamo-las acessível de forma prática, rápida e eficiente”. E ele lembra que, “com esta estreia inédita, o Tupuca firma-se como uma plataforma criativa e revolucionária no serviço de entregas”.

Para quem não conhece, a galeria Talatona Art é um espaço cultural de Angola aberto a todas as manifestações artísticas, com o objetivo de promover, incentivar e ser um polo transformador da cultura e dos artistas locais. Já estão disponíveis no aplicativo as obras de renomados artistas, dentre eles se destacam Uófole, Alcides Malayka, Tho Simões, Serafim Serlon, Ricardo Kapuka, Paulo Kussy, Guilherme Mampuya, Francisco Vidal, Fineza Teta, Armando Scott, Álvaro Macieira e o mestre Kapela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *