Jovem, advogado e influencer: Marcos Bandeira se recupera após susto com a Covid-19

Marcos Bandeira

A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus nos colocou diante de uma situação que sequer imaginaríamos vivenciar algum dia. A Covid-19, doença infecciosa que atingiu milhões de pessoas ao redor do mundo, tem como uma de suas características a maneira silenciosa de agir, levando muitas vezes ao diagnóstico tardio e então agravamento da doença.

Inicialmente, as mortes eram atribuídas à existência de comorbidades nos infectados que teoricamente justificavam a vulnerabilidade e dificuldade de recuperação em alguns casos. No entanto, os altos índices de contaminação e mortalidade ligaram o alerta para que todos se cuidassem igualmente, inserindo aos novos hábitos diários as medidas de restrição e enfatizando a importância do isolamento social.

Advogado e influencer, Marcos Bandeira viveu momentos de agonia e conta sua experiência após ser acometido pela Covid-19. Atleta e adepto de uma vida saudável, o jovem influencer foi surpreendido primeiramente no momento do diagnóstico: “logo que começaram a veicular as primeiras notícias relacionadas à pandemia e suas terríveis consequências busquei me cuidar da melhor maneira possível, respeitando o isolamento social e medidas de restrição, mas em algum momento faltou algo e então me vi infectado”, conta.

Apesar do resultado positivo, Marcos Bandeira explica que em momento algum imaginou que sua situação agravaria, pelo contrário, esperava uma rápida recuperação: “naquela ocasião ainda atribuíam a piora no quadro a pessoas com comorbidades. No meu caso eu era uma pessoa jovem, atleta, sem comorbidades, o que poderia dar errado? Pensei que seriam apenas alguns dias com sintomas gripais e que logo eu estaria pronto para seguir”, compartilha o advogado e influencer.

Ao contrário do esperado, dez dias após a confirmação da infecção por Covid-19, Marcos Bandeira teve um agravamento de seu quadro e precisou ser encaminhado para um hospital privado da capital Salvador, local em que ficou internado por 15 dias na UTI. O histórico de saúde e vida saudável não foram fatores determinantes, seu quadro foi considerando muito grave pelos médicos que o acompanharam, sendo necessária ainda a sedação por cinco dias.

Marcos Bandeira
Divulgação

Aos poucos Marcos Bandeira foi se recuperando, tendo já retornado à sua vida normal atualmente. O advogado e influencer compara esta doença a uma grande loteria: “os jovens precisam entender a gravidade da Covid-19. O fato de uma pessoa ser jovem e atleta não traz qualquer garantia em relação às terríveis consequências da doença, temos que nos cuidar e adotar todas as medidas de prevenção possíveis”, explica.

Dedicando-se atualmente a conscientizar as pessoas, especialmente jovens, Marcos Bandeira publica conteúdos em suas redes sociais, especialmente no Instagram (@marcosjr.bandeira), sobre a necessidade de manter todos os cuidados preventivos e reforça: “o desafio da vacinação é enorme, mas vemos através do aumento da cobertura vacinal uma saída. Quando chegar a sua vez, não deixe de vacinar!”, finaliza.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp