Fotógrafa ensina como fazer fotos perfeitas dos seus filhos

Crianças costumam ser radiantes, cheias de energia e ficam entediadas facilmente, por isso estão sempre em movimento. Logo, tirar foto de crianças é um desafio porque elas não param quietas e podem acabar frustrando os planos dos pais que tentam guardar recordações e imagens bonitas de um momento em família com os filhos.

A premiada fotógrafa Claudia Ruiz é uma especialista em lidar com o público infantil e revela que a tarefa, embora difícil, não é impossível de conseguir: “como fotografo muitas festas infantis, aprendi na prática que a melhor tática para se conseguir boas imagens é observar. Não clicar qualquer coisa que ela esteja fazendo e sim algo interessante, uma reacão curiosa ou interação com outra criança ou objeto. Fotos espontâneas são sempre melhores, mas realmente não é nada fácil obter os melhores cliques”.

Siga as dicas de Claudia Ruiz para conseguir fazer as melhores fotos em movimento durante as férias ou eventos. Confira:

Esteja bem disposto

Costumo dizer que pra tirar boas fotos de crianças é preciso estar com o fôlego e os joelhos em dia, e muito bem disposto. É preciso abaixar e levantar muito. Evite fotografar de cima pra baixo. O ideal e ficar na altura deles.

Valorize o natural

Evite as fotos posadas. Se como é difícil conseguir um sorriso natural de uma criança. As mais espontâneas são muito mais graciosas pois têm expressões faciais e corporais genuínas. No entanto, nem todas estão no clima para fotos e muitas vezes podem fazer birra. Quando tiram fotos obrigadas, as fotos saem plásticas, artificiais, sem vida. Por isso, não apenas valorize o natural mas crie situações que extraiam um sorriso verdadeiro da criança que está sendo fotografada.

Vá além do clichê para contar histórias

Fotos no parquinho e na praia são interessantes, sempre serão, mas não deixe de documentar a rotina real dos seus filhos, indo além do clichê. O antes e o depois das atividades, por exemplo, ou quando escovam os dentes, o cafe da manhã, a volta da praia, a ida de carro. Lembre-se que a fotografia tem que cumprir o papel de contar história. E que fotos “forçadas” ou “vazias” nao dizem nada.

Dê contexto às fotos

Lembre-se de incluir também o que tem ao redor da criança no enquadramento da imagem. A paisagem e o contexto em que as crianças estão ajuda a contar histórias e formar lembranças. Procure sempre explorar os 3 planos: fechado, medio e o aberto.

Deixe as crianças serem crianças

Deixe as crianças à vontade e não force a barra para ela segurar determinado brinquedo ou executar determinada ação. Eles precisam ser autênticos e não um personagem. Nunca se esqueça que as fotografias nao são só dos pais. Elas são para os filhos também e farão parte do legado deles e servirão como testemunho para as gerações futuras. Por isso, não vale a pena refletir numa foto aquilo que a criança não é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *