Dr. Gabriel Magalhães dá 5 dicas para a manutenção da sua harmonização facial durante a quarentena

Não é de hoje que a harmonização facial ganhou os holofotes e se tornou a nova moda nos tratamentos estéticos. O objetivo é modelar o rosto para o tornar mais harmonioso e, dessa forma, enaltecer a beleza dos traços naturais, corrigir imperfeições e até mesmo retardar o envelhecimento prevenindo rugas e marcas de expressão.

No entanto, as intervenções estéticas da harmonização facial não são permanentes e precisam de manutenção e retoque periódico. Com a pandemia do covid-19 e os consultórios fechados, muitas pessoas que recorreram ao procedimento antes do encerramento das atividades têm buscado orientações para prolongar ao máximo os resultados dos procedimentos realizados já que estão impedidas de ir ao consultório fazer novas aplicações. O que fazer?

Por que a procura pela harmonização facial tem sido tão grande?

Em cinco anos, de 2014 a 2019, o número de procedimentos realizados apenas em homens, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCO), passou de 72 mil para 276 mil ao ano. Mas qual a razão?

Dr. Gabriel Magalhães, biomédico esteta e referência nacional em harmonização facial, conta um pouco sobre o que é o procedimento e as razões pela alta procura: “é preciso saber que o preenchimento facial e o que chamamos de harmonização são intervenções à base de ácido hialurônico, que permitem realçar, tanto em mulheres como em homens, os traços naturais tornando o rosto mais atraente. No caso masculino, busca-se um rosto mais viril, com traços fortes e no caso das mulheres maçãs salientes, lábios proporcionais e com volume, sobrancelhas levantadas e um aspecto geral de juventude . Além disso a harmonização busca também adiar a necessidade de se recorrer ao bisturi e a uma cirurgia mais invasiva. Isto explica o porquê a procura só aumenta.”

Quanto tempo duram os resultados da Harmonização facial?

Tanto as técnicas utilizadas quanto os hábitos do paciente podem interferir na duração do tratamento. No caso do ácido hialurônico, que é uma substância naturalmente produzida pelo organismo, ele é absorvido pelo organismo com o tempo. Por este motivo, o tratamento não costuma ultrapassar 12 meses. Após esse período o paciente deve fazer uma nova aplicação”

É possível prolongar os efeitos da harmonização facial?

Sim. Os resultados podem ser menos ou mais prolongados dependendo dos hábitos dos pacientes. Pessoas que tomam muito sol ou são fumantes costumam ter menor duração dos efeitos da harmonização facial. Existe uma série de cuidados que se pode ter para prolongar ao máximo possível os resultados do procedimento.

5 dicas para manutenção da harmonização facial durante a quarentena

O Dr. Gabriel Magalhães traz cinco dicas cruciais para prolongar os efeitos do procedimento durante este tempo de isolamento social e quarentena. Confira:

1- Evitar bebidas quentes (café, chás, etc.) 
No caso do preenchimento labial é importante evitar bebidas quentes porque o calor faz degradar o acido hialurônico mais rapidamente.
2- Dormir deitado de barriga pra cima
Para preenchimento de CODES e mandíbula, pois 8h de sono pressionando a região pode afetar o contorno facial. 
3- Tomar muita água
 Ingerir boa quantidade de água ajuda a manter a harmonização facial por mais tempo, já que hidrata os tecidos. A sustentação da pele é feita a partir das fibras de colágeno, que precisam da água para se renovar e funcionar adequadamente.
4- Realize suas atividades em ambiente com boa iluminação
Neste período de quarentena muitas pessoas estão em casa se atualizando, lendo, assistindo Netflix, etc. Mas se você estiver em ambientes com pouca luz isto vai obviamente fazê-lo franzir mais a testa e apertar os olhos, aumentando as rugas glabelares e periorbiculares, fazendo com que o preenchimento ou o botox aplicado na região percam a eficácia mais rápido.
5- Use protetor solar dentro de casa
Apesar de a exposição solar ser menor durante a quarentena, muitas pessoas estão expostas à luz dos computadores, tablets, smartphones e a própria iluminação elétrica de casa. Estas fontes luminosas podem sim manchar a pele, assim como a luz solar, embora na maioria dos casos em menor proporção. Por isso é importante usar protetor solar até mesmo dentro de casa para manter a pele bonita. Afinal, ninguém quer sair na live do facebook e do Instagram com a pele manchada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *