Contraste pessoal: Jhanne Pires ensina como escolher uma cor que te valorize para o réveillon 2022

Foto: Divulgação

A consultoria de imagem aponta que além dos significados de cada tonalidade, entender quais cores combinam com você afina propósito e personalidade no look de ano novo

Na virada de ano, as cores ganham protagonismo na escolha do look. Rodeadas de crenças e significados, cada cor representa para quem veste um propósito para o ano que entra, mas para além dos desejos de renovação, outro aspecto precisa ser considerado ao escolher a cor da roupa: o contraste pessoal.

A consultora de imagem Jhanne Pires explica que o contraste pessoal é o impacto visual entre cor de pele, olhos, cabelos, boca e sobrancelhas. “Na moda, esse é um aspecto muito importante na hora de conectar as cores da roupa ou acessórios com o contraste natural ou atual de uma pessoa. Se você busca harmonia, respeitar o contraste é fundamental para conseguir usar tudo o que gosta de forma equilibrada e coerente ”, diz.

O contraste pessoal não é uma limitação, apenas uma característica que irá facilitar na assertividade da escolha das cores. Jhanne Pires aponta que se uma pessoa tem contraste baixo — quando cabelo, a pele e a cor dos olhos possuem tons parecidos — o ideal é que a tonalidade escolhida também tenha contraste baixo.

 “Bege com off white, por exemplo, tem um contraste baixo, que poderia harmonizar com a Xuxa, que possui essa característica. Se formos sair do neutro e trazer as cores para essa situação, o verde água com rosa claro, que também possuem baixo contrastes, também poderiam ficar harmônicos no visual da apresentadora. Entretanto, para afirmar isso, outros aspectos como intensidade, temperatura e profundidade precisam ser avaliados”, analisa.

Por outro lado, na pessoa que possui contraste alto como a Ana Paula Arósio, ganham destaque as composições que combinam duas cores opostas, como preto e branco. “Quem busca harmonia consigo mesmo, pode levar em consideração o contraste, temperatura, intensidade e profundidade da cor. No réveillon, se o importante é a harmonia com o poder das cores, busque seus significados, lembrando que é possível harmonizar as duas coisas”, lembra.

Caso a pessoa queira vestir vermelho na virada, por exemplo, e essa cor orne tão bem no contraste pessoal dela, isso não significa que ela não possa usá-la. “Existem vários tons de vermelho e cada pessoa tem um vermelho que pode chamar de seu. Entretanto, se ela gosta de um vermelho quente e a para sua harmonia seria mais adequado um frio, podemos aplicar técnicas de repetição, através da maquiagem ou acessórios, tendo a mesma cor da roupa, para minimizar essa desvalorização provocada pela tonalidade”, assegura a consultora de imagem. 

Na dúvida sobre como saber qual cor condiz com a emoção que a pessoa quer sentir e transmitir por meio da roupa nesta data, Jhanne Pires recomenda  busca do significado das cores. “Normalmente as pessoas escolhem o branco por influenciar na comunicação de paz e leveza para um ano que se inicia. Entretanto, não é uma tonalidade que favorece todo mundo. Nesse caso, pode-se optar por um off white, que fica bem na maioria das pessoas ”, exemplifica Jhanne Pires.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp