Cirurgião Ronaldo Soares dá dicas para evitar deformidades nas orelhas

Dr. Ronaldo Soares

Popularmente chamada no mundo da luta de “orelha de couve-flor”, a pericondrite é a lesão auricular que afeta muitos praticantes de luta agarrada, principalmente de Jiu-Jitsu, Judô e Luta-Livre. O hematoma é ocasionado pelo atrito do tecido com o kimono ou o tatame.

Cirurgião plástico formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e influenciador digital da área da saúde, Dr. Ronaldo Soares costuma fazer de 15 a 30 cirurgias anualmente para corrigir tal tipo de deformidade. Especialista no tema, ele dá dicas para que os lutadores evitem chegar à mesa de cirurgia.

Ronaldo Soares

“Usar protetores auriculares é fundamental. Também é preciso drenar o sangue acumulado assim que ocorrer um trauma auricular com hematoma. Mas, novamente, fazendo o uso correto dos protetores auriculares, as chances de se lesionar diminuem drasticamente”, afirma o médico, que possui mais de 326 mil seguidores no Instagram, onde dá dicas e tira dúvidas sobre diversos assuntos relacionados a cirurgias plásticas.

Outro alerta importante dado pelo Dr. Ronaldo Soares é sobre a drenagem caseira. É possível ver em algumas academias professores e alunos fazendo dreno por conta própria, sem a assepsia necessária que tal procedimento demanda.

“O indicado é sempre procurar um pronto-socorro para avaliar o acúmulo de sangue. Caso contrário, pode acarretar em infecções bacterianas”, atenta Dr. Soares.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Conteúdo patrocinado

Essa publicação é de responsabilidade do autor  não sendo de responsabilidade do portal.