Conteúdo comercial publicado por TV Seja e não é de responsabilidade do site.

Artista LIM HAWK prepara lançamento de “Lucros” explorando o que há de melhor no trap nacional

O cantor LIM HAWK está preparando o lançamento de uma música chamada “Lucros”, o single está dentro de uma nova tendência no mundo da música que se chama “Visualizer”, que basicamente é um registro visual em momento que não necessariamente tem um arco narrativo ou takes diversos, como espera-se de um clipe tradicional.

 Depois de canções recentes como “Baby”, “Morena”, “Visionário” e o mais recente “Nike99”, o artista está se preparando para mais um trabalho autoral. Com a produção da Araújo Filmaker, que fez a captação do clipe, trazendo a tendência do “Visualizer”, e LL Beatz na produção do beat, o artista conversou com a nossa equipe sobre como foi desenvolvido todo o projeto.

“Olha, a captação das imagens foram feitas em um estúdio fechado e com um fundo branco. Eu adotei alguns looks que têm ligação com a letra, mas também sem fugir do que eu realmente gosto de vestir. E ficou uma parada muito original e dentro do meu estilo”, disse ele.

Vivendo uma fase de crescimento em sua carreira, LIM HAWK mostra que quer passar cada vez mais sobre as suas ideias musicais e de visão em relação ao mundo. Sobre as inspirações e também o seu jeito de produzir, o músico acredita que este novo trabalho é fruto de um processo que atualmente é tendência na cena do trap brasileiro.

Foto/Divulgação

Conheça o trabalho do trapper LIM HAWK: https://www.instagram.com/limhawk/

“Essa música surgiu como um flash, entende? Eu quis jogar um pouco da minha agressividade e um pouco dessa prosperidade que eu venho conquistando durante toda a minha correria. Queria passar tudo que rola no mundo da arte. ‘Visualizer’ é uma nova tendência de audiovisual que a cena do trap brasileiro abraçou. São algumas cenas que ficam repetindo durante o som”, contou.

Para um artista, a inspiração se torna a sua principal arma para o sucesso. Dentro de cada contexto, ela surge com um diferencial entre o comum e o diferente. Em relação ao trabalho artístico de LIM HAWK, ele costuma dizer que as coisas “rolam” quando ele menos espera. E, apesar de toda sessão de estúdio para “Lucros”, o modo de construção do material audiovisual e sonoro aconteceu da mesma maneira.

“Eu estava em mais uma sessão de estúdio, sentei na frente do PC e comecei a curtir a batida até as ideias surgirem. O que eu tento passar nas minhas letras e músicas, de forma geral, é a sensação de liberdade. Faço como libertação. Não existe nada mais satisfatório do que quando alguém me manda mensagem dizendo que ouviu meu som e sentiu um ânimo que não tinha, entende? É essa energia mesmo que eu quero passar para meus fãs”,

Alguns cantores costumam falar que cada música tem um pouco de si e que todo o trabalho artístico diz sobre “quem ele é” ao final de cada EP, disco, etc. Em relação a essa música, o artista revelou que este novo trabalho tem um pouco da sua personalidade, mas que o foco da batida é fazer as pessoas curtirem e aproveitarem da melhor forma.

“O que a música tem de mim é a marra mesmo, sou meio marrento. Mas tirando isso, é uma música pra curtir. Não tem muito conteúdo intelectual nela, e sim mais um momento de curtição que aproveitei pra botar para fora. Coloquei meu lado mais ousado e marrento, pois isso também é importante”, finalizou.

Com a ideia de lançar um EP na virada de ano, LIM continua trabalhando no lançamento de “Lucros”, que ainda não tem data para chegar em todas as plataformas digitais. Contudo, ele revelou que já há vários singles prontos, mas que prefere levar as coisas de maneira mais intuitiva e esperar o momento certo.

Conheça mais sobre LIM HAWK

Com estilo rebelde e uma vontade de viver de forma cada vez mais intensa, LIM HAWK se inspira em artistas como Cazuza, Renato Russo e Chorão. Na letra, o artista tenta trazer a alegria e também fazer com que uma mensagem de sonhos e de transformações. Os 18 a 20 anos de idade foram transformadores na vida do artista e moldaram toda a forma de expressar a sua arte. Seguindo o seu caminho longe de uma vocação ou de uma doutrina religiosa, LIM HAWK decidiu seguir o que o seu espírito e intuição mandavam:

Canal no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCjKMA0fKkYiWmEfgnfIJ83A

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7tRMqfb8F99vYiLFHb3VWW

Resolveu lançar um CD com banda e outros trabalhos em uma pegada MPB, mas ele ainda sentia falta de algo diferente. E foi trabalhando numa linha do trap que LIM HAWK começou a produzir e estruturar toda a sua carreira artística. Após se inscrever nos primeiros festivais, ele venceu o Minas Music Festival, que é um grande concurso em Minas Gerais que premia diversos novos artistas do cenário da música brasileira.

Depois disso, o produtor, cantor e compositor viu sua carreira começar a decolar. Participando de diversos eventos e programas, como do “Raul Gil”, do SBT, o trapper resolveu lançar a canção “Baby”, em 2020. Vendo a repercussão do seu trabalho, ele compôs outras músicas, como “Visionário”, que foi lançada neste ano.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp