Monumentos Irmãos: Celebração marca a Geminação do Cristo Redentor do Corcovado com o Cristo Redentor de Itaperuna

Monumentos Irmãos

No próximo domingo, 5 de dezembro, às 11h, uma celebração no Cristo Redentor de Itaperuna vai selar a Geminação do Cristo Redentor do Morro do Corcovado, no Rio de Janeiro, com o Cristo Redentor de Itaperuna, que contará com uma missa presidida pelo bispo titular da Diocese de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz. Nesse dia histórico também haverá o lançamento do memorial do Cristo Redentor da cidade, que ficará localizado na base do monumento.

No dia 31 de agosto deste ano, o monumento do Noroeste Fluminense passou a ser o primeiro do Brasil a ser reconhecido oficialmente como monumento irmão pelo Cristo Redentor do Corcovado, num ato de Geminação assinado pela Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro, representada pelo Santuário Cristo Redentor, e pela Prefeitura Municipal de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Turismo, no qual os monumentos passaram a se conectar com parcerias em diversas áreas, como Turismo, Cultura, Desenvolvimento Sustentável, Social e Religiosa.

Assim como já foi realizado com o Santuário de Cristo Rei, em Portugal, e o Cristo Redentore di Maratea, na Itália, a Geminação do Cristo Redentor do Corcovado com o Cristo Redentor de Itaperuna tem como objetivo partilhar experiências e espiritualidade, incentivando as peregrinações.

A Santa Missa será concelebrada pelo Reitor do Santuário Cristo Redentor, Padre Omar, e pelo pároco da Matriz São José do Avahy, em Itaperuna, Padre Luiz Carlos Amorim, e terá a presença do Prefeito Municipal de Itaperuna, Alfredo Paulo Marques Rodrigues, do Secretário Municipal de Turismo, Marcelo Nascimento, do Secretário de Governo, Murillo Gouvêa, do Governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, do Vicepresidente da Alerj, Jair de Siqueira Bittencourt, e do Prefeito do Município do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, além de outras autoridades. O Cristo Redentor de Itaperuna fica na parte alta do Centro da Cidade de Itaperuna.

Monumentos Irmãos
Divulgação

Sobre o Santuário Cristo Redentor do Corcovado

O Santuário Cristo Redentor é o primeiro santuário a céu aberto do mundo! Símbolo nacional dos sentimentos cristãos do país, é um espaço originalmente sagrado, que contou com grande participação dos fiéis e empenho da população do Rio de Janeiro para a sua construção. A ele afluem pessoas de todos os povos e culturas. A elas, o Cristo Redentor acolhe, de braços abertos, para que sua presença real, em corpo e sangue, alma e divindade, viva na Capela Nossa Senhora Aparecida, toque seus corações. É lugar de celebrações cultuais e culturais, de caridade, de cultura, de diálogo ecumênico e interreligioso, de peregrinação e de desenvolvimento sustentável.

Atribui-se a ideia original da construção de uma imagem de Jesus Cristo sobre o Monte Corcovado ao sacerdote lazarista francês Pierre-Marie Bos. Esse missionário chegou ao Brasil em 1859, sendo designado capelão da igreja do Colégio da Imaculada Conceição, no Rio de Janeiro, no bairro de Botafogo, local com vista privilegiada para o Corcovado.

Em 1888, a Princesa Isabel, que frequentava a Igreja da Imaculada Conceição, assinou a Lei da Abolição da Escravatura, e quiseram homenageá-la com uma estátua no alto do Monte Corcovado. A princesa gentilmente declinou, ordenando a construção de uma imagem ao Sagrado Coração de Jesus, que para ela era o ‘verdadeiro Redentor dos homens’. Contudo, a Proclamação da República, em 1889, cancelou temporariamente os planos da construção.

Em 1921, nos preparativos para o Centenário da Independência, um grupo de leigos chamado ‘Círculo Católico’ lançou novamente a ideia da construção, que foi prontamente acolhida pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, sob a liderança de Dom Sebastião Leme.

O projeto vencedor foi do engenheiro carioca Heitor da Silva Costa, que contou com a colaboração do pintor Carlos Oswald, do escultor francês Paul Landowski e os cálculos estruturais do engenheiro francês Albert Caquot. O monumento, com 38 metros de altura, foi erguido com doações do povo brasileiro, entre 1926 e 1931, sendo inaugurado com a benção do Cardeal Leme, na presença do chefe de governo Getúlio Vargas, no dia 12 de outubro de 1931. Em 2006, no 75° aniversário da inauguração do monumento, o platô do Monte Corcovado foi reconhecido como um lugar sagrado, recebendo, por decreto de Dom Eusébio Scheidt, o título de Santuário Arquidiocesano do Cristo Redentor do Corcovado.

Monumentos Irmãos
Divulgação

Sobre o Cristo Redentor de Itaperuna

O Cristo Redentor de Itaperuna foi inaugurado em 20 de janeiro de 1966. A estátua, com 20 metros de altura, foi idealizada pelo prefeito – já falecido – Cláudio Cerqueira Bastos e projetada pelo escultor capixaba Francisco Moreira.

Em comemoração aos 55 anos do monumento, estão sendo realizadas diversas iniciativas, como a instalação de sinalização (placas indicativas que se iniciam na avenida Cardoso Moreira, no Centro da Cidade, até a parte alta da cidade, onde está o Cristo Redentor), iluminação cênica, internet e uma luneta própria para turismo, de onde as pessoas podem observar a cidade por vários ângulos, além de totens contando a história do monumento.

Um historiador da cidade está produzindo um documentário do Cristo Redentor de Itaperuna, com o apoio da Secretaria de Turismo. O monumento é patrimônio histórico, turístico e cultural e atrai milhares de pessoas semanalmente. No local também há uma lanchonete que funciona de terça a sexta-feira, a partir das 16h, e sábado e domingo, a partir das 8h.

O Cristo Redentor de Itaperuna conta com uma parceria com a Associação de Parapente, onde os esportistas realizam voos. A rampa de voo livre foi recentemente recuperada para incentivar a modalidade. É a primeira rampa da região onde foi realizado um voo de parapente com um cadeirante, um policial militar que ficou paraplégico após ser atingido em uma troca de tiros quando estava em serviço.

SERVIÇO:

Santa Missa em Ação de Graças pela Geminação do Cristo Redentor do Corcovado com o Cristo Redentor de Itaperuna.

Data: 5 de dezembro
Horário: 11h
Local: Cristo Redentor de Itaperuna (Parte alta do Centro da Cidade de Itaperuna)

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp